Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

CFF recebe Confederação Nacional dos Municípios

Data: 16/12/2020

Como os farmacêuticos podem ser aliados dos prefeitos eleitos e que assumirão os cargos no início do próximo ano? O tema esteve em pauta na manhã desta terça-feira, dia 14 de dezembro, durante a Reunião Plenária do Conselho Federal de Farmácia (CFF).  Os conselheiros federais receberam na sede do conselho, em Brasília, Carla Albert, supervisora da Área Técnica da Saúde na Confederação Nacional dos Municípios (CNM). A entidade representa os municípios, e tem o papel estratégico de buscar e proporcionar assessoria política, técnica e administrativa para encaminhamento de soluções às demandas municipais. O estreitamento do relacionamento com a entidade visa a uma parceria para o fortalecimento da assistência farmacêutica como direito dos cidadãos. 

 

O CFF apresentou à Carla Albert, o resultado do trabalho que tem sido realizado por suas assessorias e comissões no intuito de subsidiar os gestores públicos em relação à importância do trabalho farmacêutico, especialmente na Atenção Primária à Saúde. Falaram sobre o tema, as assessoras da Presidência do CFF, Josélia Frade e Zilamar Costa, o coordenador da assistência farmacêutica do município de Porto Alegre, Leonel Almeida, e a assessora de Assuntos Estratégicos do Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul (CRF/RS), que é também, representante do CRF/RS no Grupo Condutor da Assistência Farmacêutica da Federação das Associações dos Municípios do RR (Famurs), Zelma Padilha. 

 

Ao final das apresentações, o presidente do CFF, Walter Jorge João, entregou à convidada uma coletânea de documentos produzidos pelo CFF, incluindo a publicação Atividades e Serviços Farmacêuticos no Sus - Proposta para a Gestão Municipal, e o relatório do Estudo sobre a distribuição de farmacêuticos e de postos de trabalho em municípios brasileiros de grande vulnerabilidade e de extrema pobreza (georeferenciamento). Desenvolvido pela Comissão Assessora para a Educação Farmacêutica (Caef), do CFF, esse estudo reflete a capacidade de recursos humanos na área da farmácia nos 2262 municípios avaliados, e mostra que, mesmo nas regiões carentes, é possível a profissão contribuir com a gestão municipal, mediante o fomento a uma melhor distribuição dos profissionais em atuação dentro das microrregiões estudadas. 

 

“A intenção do CFF é estabelecer um convênio de apoio técnico entre o conselho e a CNM, para contemplar ações e projetos para diferentes perfis de municípios, estruturado em eixos prioritários, para um trabalho conjunto voltado à qualificação e organização da assistência farmacêutica”, explica o presidente do conselho. 

 

Carla Albert elogiou o material apresentado. “Foram apresentações fantásticas, que reforçaram a potência técnica e estratégica do CFF e também a potencialidade dos profissionais no Sistema Único de Saúde (SUS)”, comentou a supervisora, ressaltando o fato de que a CNM e os conselhos de Farmácia já atuam conjuntamente.  “Materiais produzidos por vocês já são utilizados por nossas áreas técnicas”, ressaltou, citando o Guia de Prática Clínica sobre os Sinais e Sintomas não Específicos da Febre, muito útil durante a pandemia, e ações relacionadas à judicialização da saúde. “Eu acredito que o reconhecimento dessas ações conjuntas que já existem é fundamental para que possamos estabelecer projetos para 2021 e um futuro próximo.”

 

Para a supervisora, existem áreas potenciais para o desenvolvimento de projetos, como a Atenção Primária à Saúde, o meio ambiente, o saneamento e a agricultura, além de ações voltadas especificamente às populações vulneráveis, alvo do estudo de georreferenciamento  produzido pela Caef/CFF. O reconhecimento do potencial dos farmacêuticos e, objetivamente, a curto prazo, a preparação dos planos municipais de saúde, são resultados esperados com a parceria. “A elaboração desses planos de forma a contemplar também as ações de assistência farmacêutica é um grande desafio que temos pela frente, especialmente em um ano atípico ainda, por conta da pandemia”, destacou. 

O CFF colocou-se à disposição para ajudar na elaboração de programação das atividades que ocorrerão durante a Marcha dos Prefeitos e manifestou interesse em estabelecer parceria para a construção e publicação de diretrizes e orientações aos municípios. A expectativa do conselho é que a CNM valide e chancele a proposta elaborada internamente, para que possa ser encaminhado a todos os prefeitos que assumem seus cargos em janeiro. Carla Albert sinalizou que o conselho pode trabalhar na proposta de parceria, para que possa ser submetida à análise da CNM já de imediato, para que as primeiras ações conjuntas possam ocorrer ainda no primeiro semestre de 2021. 

 

60 anos do CFF - Ao final das exposições, o presidente do CFF fez o lançamento oficial do vídeo institucional produzido em comemoração aos 60 anos do conselho e se emocionou ao assistir as imagens. “Me emociona ver a transformação da Farmácia nesses oito anos, avanços que talvez nunca sonhássemos, e que conquistamos. Me emociona saber que tivemos um papel fundamental nessa construção. E realizamos muito, com grande responsabilidade. Claro que temos ainda muito a fazer, mas temos fé e acreditamos que será possível”, comentou Walter da Silva Jorge João, em referência aos desafios da aprovação dos projetos de lei do piso salarial, da jornada de até 30 horas e da insalubridade.

Fonte: Comunicação do CFF

Fotos Relacionadas










TV CFF















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700