21/09/2022 - Ebserh publica edital do Exame Nacional de Residência com 133 vagas para farmacêuticos

 

Brasília (DF) – A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC), está com edital aberto à edição 2022/2023 do Exame Nacional de Residência (Enare). São mais de 4 mil vagas de residências em 92 instituições, entre as quais, 133 vagas para farmacêutico, em 22 cidades diferentes. As inscrições para os candidatos começaram no dia 12/09 e vão até 3/10 e podem ser feitas acessando o site enare.ebserh.gov.br. Além da Farmácia, estão contempladas a Medicina, Enfermagem, Psicologia, Biomedicina e outras profissões.

O período para envio de documentação para análise curricular ocorrerá entre 15 de setembro a 5 de outubro e as provas objetivas devem ocorrer em 6 de novembro nas capitais de todos os estados e Distrito Federal, além de 23 grandes centros. A previsão é que o resultado final seja divulgado no final deste ano, uma vez que o período para a matrícula dos aprovados é de 10 de fevereiro a 31 de março de 2023.

A residência em saúde é a pós-graduação padrão ouro na especialização profissional. Os programas proporcionam dois anos de formação com forte componente prático, e preveem dedicação integral e bolsa de estudos. Os profissionais formados são preparados para atuar principalmente no Sistema Único de Saúde (SUS), o que faz dos programas uma estratégia importante para a rede pública. Atualmente, a legislação estabelece carga horária de 60 horas semanais, dividida em 80% de estudo prático e 20% de estudo teórico. Todos os residentes recebem, hoje, remuneração fixa, na forma de bolsa auxílio, no valor de R$ 4.106,09.

O Enare tem como objetivo otimizar a forma de selecionar os residentes, oferecendo benefícios para as instituições e candidatos. Nas duas primeiras edições, as instituições participantes tiveram menos vagas ociosas, eliminaram os custos e a carga burocrática da realização dos exames individuais e ampliaram a qualificação da seleção. Para os candidatos, o exame unificado apresentou vantagens como custo menor, data única para a realização das provas, aplicação em todas as capitais e algumas cidades-polo, possibilidade de escolha de onde o residente queria atuar, dentre outras.

O processo seletivo contempla instituições públicas e privadas sem fins lucrativos com vagas de Programas de Residência Médica ou Programas de Residência em Área Profissional da Saúde (Uniprofissional ou Multiprofissional), reconhecidos pelo MEC e que possuam vagas autorizadas com financiamento das bolsas garantido.

Enem da Residência
O sistema de classificação do Enare é muito próximo ao Enem/Sisu, em que o candidato sai com a nota alcançada na especialidade escolhida após as provas e a utiliza para indicar onde pretende atuar. O sistema fica aberto por um tempo determinado para que cada candidato registre o local de sua preferência. As melhores notas se sobrepõem às menores, determinando, ao fechar, quem ocupará as vagas. Em seguida, ele é aberto novamente para preencher as vagas ociosas e para a formação de cadastro reserva, reduzindo muito a possibilidade de deixar vagas ociosas.
A primeira edição do exame, realizada em 2020, contou com mais de 4,1 mil inscritos disputando 304 vagas em oito hospitais da Rede Ebserh/MEC e um hospital militar. A segunda edição, realizada no ano passado, contou com mais de 32 mil inscritos para 3,2 mil vagas em 81 instituições.

Fonte: Comunicação do CFF com informações da

Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh

Fotos Relacionadas