02/06/2015 - China aperta o cerco ao cigarro

A China colocou em vigor ontem a mais rigorosa lei antitabaco de sua história. Desde ontem, é proibido fumar em bares, restaurantes, escritórios e nos transportes públicos, como parte de um esforço do governo para combater os efeitos maléficos do tabaco na saúde dos 300 milhões de fumantes chineses. Em locais como escolas, pontos históricos e culturais e em filas, o fumo também está banido. O país está atrasado em relação às leis mundiais que passaram, na última década, a restringir o hábito de fumar em locais públicos. Pequim, porém, é altamente dependente das receitas geradas pelo setor, que é um monopólio estatal. A indústria do cigarro gerou no ano passado US$ 147 bilhões em receitas para os cofres públicos chineses, o equivalente a 6,5% do Orçamento anual do país. Na foto, o famoso "Ninho de Pássaro", construído para a Olimpíada de 2008, é coberto com cartazes antifumo, em meio à campanha do governo chinês.

Fonte: Valor Econômico

Fotos Relacionadas