14/01/2014 - PPP dos remédios

O governo do Estado de São Paulo vai realizar uma PPP (parceria público-privada) para armazenagem e distribuição de medicamentos. A ideia é reduzir perdas com roubos, validade vencida e má conservação dos produtos, que podem chegar a R$ 600 milhões ao ano. A contratação da PPP será feita via concessão administrativa pelo prazo de 20 anos e prevê que uma empresa seja responsável pela logística dos medicamentos. Também está prevista a implantação de centros de distribuição em São Paulo, Botucatu, Campinas, Ribeirão Preto e Marília.

Fonte: Valor Econômico

Fotos Relacionadas