Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Pergunta 7730/2012

Pergunta 7730/2012

O medicamento Reminyl ER pode ser administrado por sonda de nutrição nasoenteral?

Resposta:

Bromidrato de galantamina (Reminyl®) possui ação central e é inibidor reversivo da acetilcolinesterase. Bromidrato de galantamina é utilizado como tratamento paliativo na demência moderada à severa, associada ao Mal de Alzheimer (McEvoy GK, 2011).

As apresentações sob forma de comprimidos e solução para uso oral são administradas 2 vezes ao dia, preferencialmente com as refeições, na parte da manhã e à ao final da tarde. Galantamina sob a forma de cápsulas de liberação prolongada é administrada por via oral, 1 vez ao dia, durante a manhã, preferencialmente com alimentos (McEvoy GK, 2011).

A dosagem inicial em adultos recomendada é de 4 mg duas vezes ao dia (comprimidos convencionais e solução oral) ou 8 mg uma vez ao dia (cápsulas de liberação prolongada). A dose deve ser aumentada depois de um mínimo de 4 semanas, para 8 mg duas vezes ao dia (comprimidos convencionais e solução oral) ou 16 mg uma vez ao dia (cápsulas de liberação prolongada). Os aumentos de dose subsequentes para 12 mg duas vezes ao dia (comprimidos convencionais e solução oral) ou 24 mg uma vez ao dia (cápsulas de liberação prolongada) devem ser feitos após um mínimo de 4 semanas de tratamento com a dose anterior (McEvoy GK, 2011).

Importante iniciar a administração de galantamina pela menor dose e ir aumentando gradualmente. Deve-se retornar à menor dose caso a terapia seja interrompida por qualquer razão (McEvoy GK, 2011).

Quando se requer a administração de um medicamento por via oral em paciente com sonda de nutrição enteral (NE), alguns aspectos devem ser previamente avaliados pelo farmacêutico, como: possibilidade de substituição do medicamento (forma farmacêutica, via de administração ou fármaco alternativo), sítio de absorção e de ação do fármaco, efeitos da NE na absorção deste, bem como o tipo de sonda e sua localização no trato gastrintestinal (TGI).

Geralmente, os medicamentos não críticos, ou cuja interrupção por curto prazo não provoque dano significativo à saúde do paciente (ex.: hipolipemiantes e hormônios de reposição) podem ser suspensos até que a via oral seja restabelecida. Para os medicamentos criticamente necessários ao paciente, a conduta mais racional consiste em buscar uma via alternativa para sua administração, diferente da empregada na NE (ex.: inalante, retal, transdérmica, sublingual e parenterais).

Quando o medicamento não estiver disponível em forma farmacêutica adequada para administração por uma das vias alternativas, sugere-se a substituição deste por outro, terapeuticamente similar, que cumpra tal requisito; se isso não for possível, avalia-se a viabilidade de administrá-lo pela mesma via da NE. Para ambas as situações, é importante considerar o ajuste de dose.

Não foram encontradas informações sobre o uso de galantamina por meio de sonda nasoenteral na literatura consultada.

O Cebrim/CFF possui edição do boletim Farmacoterapêutica sobre administração de medicamentos por sonda. Enviamos em anexo esta publicação e aconselhamos a leitura da mesma. Há uma série de informações gerais quanto à administração de medicamentos por meio de sonda.

Neste caso, caberá ao médico avaliar a necessidade do medicamento em questão durante a utilização da sonda nasoenteral, tendo em vista não ter sido encontrada nenhuma informação sobre administração do Reminyl® por meio de sonda nasoenteral.

Apesar de não ter sido encontrada resposta explícita sobre a informação solicitada, cabe ressaltar que o Reminyl® (cápsula de liberação prolongada) não é a forma farmacêutica adequada para possível administração por meio de sonda nasoenteral. Há a forma farmacêutica de solução oral disponível para comercialização no Brasil, do laboratório Janssen-Cilag (HIS-PROD, 2012).

 

Sugerimos a leitura: administração de medicamentos por sonda (clique aqui para acessar).

 

Bibliografia

1. McEvoy GK. AHFS Drug Information 2011. Bethesda (MD): American Society of Health-System Pharmacists, 2011.

2. HIS-PROD Medicamentos: Histórico de Registro de Medicamentos. São Paulo: Optionline - Health Environment Legal Prevention & Safety. Dsponível em: http://www.i-helps.com. Acesso em: 03/09/2012.

 

16.10.2012

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700