Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

DIA DO FARMACÊUTICO: simplicidade marcará comemoração

Data: 17/01/2013

Uma cerimônia simples, a ser realizada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), nesta quinta-feira (17.01.13), no Hotel Nacional, em Brasília, marcará as comemorações ao Dia do Farmacêutico. O ato terá início, às 8 horas, com um café da manhã. Em seguida, os Conselheiros Federais darão continuidade à CDIII Reunião Plenária, iniciada, ontem (16.01). Os festejos encerram-se, à noite, com a realização da solenidade de outorga da Ordem do Mérito Farmacêutico Internacional a Conselheiros Federais e a premiação dos farmacêuticos e estudantes de Farmácia vencedores da edição de 2012 do Prêmio Jayme Torres de Farmácia.

O CFF antecipou a realização da solenidade comemorativa ao Dia do Farmacêutico, 20 de janeiro, porque a data cai, no próximo domingo, e porque a diretoria do órgão quis conciliá-la com a realização da Reunião Plenária. O tema recorrente serão os serviços farmacêuticos, porque o Conselho entende que eles são a tônica da profissão, e todo esforço deverá ser feito, com vistas a qualificar os serviços como forma de fortalecer a profissão.

Aliás, o ato solene, hoje, será aberto com palavras ditas pelo cerimonial acerca dos serviços. “Servir como princípio, regra e missão. Servir como quem se consagra à infatigável luta pela qualidade de vida do outro. Assim, é o farmacêutico”, dirá o cerimonial. Para o CFF, o serviço profissional deve ser oferecido à sociedade com a máxima qualidade e humanismo, com conhecimento e segurança, na perspectiva de que mantenham ou recuperem a saúde dos cidadãos e se expandam para toda a comunidade. “Servir com amor; amar por meio dos serviços”, acrescentará o cerimonial.

NOVOS CONTEXTOS - O Presidente do CFF, Walter Jorge João, realça que o farmacêutico é, hoje, um profissional da saúde inserido em novos contextos sanitário, social e mercadológico, fato que exige dele um vasto conhecimento técnico-científico, o domínio das ferramentas técnicas e tecnológicas postas a serviço da Farmácia; uma compreensão histórica, antropológica, sociológica, ontológica, humanística e social do paciente a quem ele oferece os seus serviços, bem como da doença que ele porta; e a capacidade de ser um educador em saúde e entender criticamente o funcionamento dos sistemas público e privado de saúde.

DESAFIOS - Walter Jorge lembra que os profissionais continuam tendo desafios gigantescos. Um deles é a não inclusão plena dos seus serviços em todos os setores do SUS (Sistema Único de Saúde) onde são dispensados medicamentos. Outro desafio continua sendo a não manutenção, por muitas farmácias e drogarias, de farmacêuticos para prestarem os seus serviços aos usuários de medicamentos.

Dr. Walter Jorge sustenta que, tanto no setor público quanto no privado, o farmacêutico é um profissional da saúde que pode atuar com brilhantismo na prevenção, no diagnóstico laboratorial e na cura de doenças, além de orientar os pacientes sobre o uso correto de medicamentos.

Mas os desafios, segundo o Presidente do CFF, não tirarão a alegria e a profundidade das comemorações ao Dia do Farmacêutico. Para ele, os farmacêuticos estão, sempre, emitindo um sinal de fé, de entusiasmo e de esperança na profissão farmacêutica. “Este sinal é o sopro divino que deve manter-nos unidos na construção de uma profissão forte”, conclui.

PRÊMIO JAYME TORRES - Artigo assinado pela farmacêutica Marinei Campos Ricieri (autora principal), residente, em Curitiba, é o vencedor do Prêmio Jayme Torres 2013, na Categoria Farmacêutico. O artigo leva o título de “Impacto da atuação clínica do farmacêutico hospitalar no uso de antimicrobianos em uma unidade de terapia intensiva cardíaca pediátrica”. O trabalho que conquistou a segunda colocação na mesma Categoria chama-se “Atenção farmacêutica a pacientes transplantados em um hospital universitário: intervenções farmacêuticas realizadas”, e tem como autora principal a farmacêutica Bruna Cristina Cardoso Martins, moradora, no Ceará.

Na Categoria “Estudante de Farmácia”, os vencedores são Brenner Castro Silva e Jaqueline Vaz de Oliveira, do Maranhão. Eles são os autores do artigo intitulado “A importância da atuação permanente do farmacêutico na equipe multidisciplinar da UTI em benefício da saúde do paciente e redução de custos para um hospital, no Município de Imperatriz (MA)”. Os vencedores receberão os seus prêmios, na solenidade que será realizada, nesta quinta-feira à noite, no Salão Azul Sul do Hotel Nacional, em Brasília. O Prêmio, em 2012, teve por tema a Farmácia Hospitalar.

Fonte: CFF
Autor: Pelo jornalista Aloísio Brandão, assessor de imprensa do CFF.

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700