Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Presidente do CFF recebe estudantes de Farmácia premiados no Egito

Data: 12/09/2012

 Estudantes do curso de Farmácia da Faculdade de Ceilândia, da Universidade de Brasília (UNB), foram premiados, em agosto, durante o 58º Congresso da Federação Internacional de Estudantes de Farmácia, em Hurghada, no Egito, com um projeto de extensão que desenvolve campanhas de conscientização sobre o uso, conservação e descarte correto de medicamentos em comunidades do Distrito Federal como Ceilândia e Itapoã. Na manhã do dia 12 de setembro, estudantes, e a coordenadora do Projeto, Micheline Meiners, estiveram no Conselho Federal de Farmácia (CFF) e foram recebidos pelo Presidente, Walter Jorge João.

Com o Projeto “Remédios! O que fazer? Como fazer?” os estudantes da UNB, Amanda Araújo, Camila Queiroz, Danielle Fontes, Guilherme Pinheiro, Lorena Moreira e Isabelle Gomes, venceram estudantes do Japão, Estados Unidos, Tunísia, Canadá, Paquistão e outros nove países.

Segundo a estudante Danielle Fontes desde o mês de maio, quando começou a ser desenvolvido, o Projeto atendeu mais de 200 pessoas com orientações sobre informações das embalagens e bulas, e sobre o uso racional de medicamentos. “É de extrema importância para a nossa formação, pois as dúvidas da população são das mais simples, como a leitura da bula, até informações mais complexas sobre intoxicações”, comenta a estudante.

“Nosso objetivos estão diretamente relacionados: aproximar os estudantes da população e promover o uso racional de medicamentos. Assim, levamos nossos estudantes à prática da farmácia e orientamos a comunidade sobre os riscos do uso incorreto de medicamentos”, afirma Micheline Meiners

O Projeto “Remédios! O que fazer? Como fazer?” continuará a ser desenvolvido durante todo o ano de 2012 e 2013. O intuito é continuar a educar a população sobre como usar, guardar e descartar medicamentos de forma adequada. “Projetos que resgatam a essência dos serviços farmacêuticos devem ser, sempre, estimulados. A população tem inúmeras dúvidas quanto ao uso, armazenamento e descarte de medicamentos, por isso, a orientação e a informação são importantes. A iniciativa de aproximar a academia, no caso, os estudantes da população também é louvável. Esse contato direto com quem precisa de medicamentos permite ao estudante ter uma nova visão e uma reflexão sobre os serviços que irá prestar à sociedade”, disse Walter Jorge João.

Fonte: CFF
Autor: Veruska Narikawa

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700