Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Paraíba institui Dia Estadual de Campanha pelo Uso Racional dos Medicamentos

Data: 24/07/2012

 O Governador do Estado da Paraíba, Ricardo Vieira Coutinho, publicou, no dia 6 de julho, a Lei nº 9849, que institui o Dia Estadual de Campanha pelo Uso Racional dos Medicamentos, a ser comemorado, anualmente, no dia 5 de maio. No calendário do Ministério da Saúde não há uma data específica para promover o uso racional de medicamentos, mas a data é usada em campanhas de entidades farmacêuticas, sindicatos e universidades para promover o uso correto de medicamentos.

O Projeto de Lei, apresentado pelo Deputado Estadual João Gonçalves (PEN/PB), é fruto de uma proposta do farmacêutico e Conselheiro Regional de Farmácia, Pablo Queiroz Lopes. Para o Tesoureiro do Conselho Federal de Farmácia (CFF) e Conselheiro pela Paraíba, João Samuel de Morais Meira, a iniciativa do Governo Estadual vem ao encontro das estratégias do CFF para promover o uso racional de medicamentos.

Para Meira, a assistência farmacêutica e a orientação quanto ao uso correto de medicamentos constitui parte fundamental dos serviços de atenção à saúde do cidadão. Em grande parte dos casos, a recuperação da saúde do paciente somente é possível a partir da utilização de algum tipo de medicamento, e as orientações quanto ao uso são imprescindíveis para o sucesso do tratamento “É importante ter uma data para lembrar a população sobre os riscos do uso incorreto de medicamentos. O Estado da Paraíba está de parabéns por acolher a Farmácia e reconhecer que a boa saúde da população depende dos serviços do farmacêutico”, disse João Samuel de Morais Meira.

A Presidente do Conselho Regional de Farmácia da Paraíba (CRF/PB), Cila Estrela Gadelha de Queiroga, lembra que o uso racional de medicamentos é um dos serviços prestados pelo farmacêutico, nas farmácias e drogarias. “Com a instituição de um dia Estadual de Campanha pelo uso racional de medicamentos, certamente, iremos intensificar as ações do CRF e promover a assistência farmacêutica e os cuidados que o profissional deve prestar ao dispensar um medicamento”, disse a dirigente.

João Samuel de Morais Meira lembra que é preciso, por parte dos governantes, considerar o potencial de contribuição do farmacêutico e efetivamente incorporá-lo às equipes de saúde, a fim de que se garanta a melhoria da utilização dos medicamentos, com redução dos riscos de morbimortalidade, e que seu trabalho proporcione meios para que os custos relacionados à farmacoterapia sejam os menores possíveis para a sociedade e para o Estado.

A assistência farmacêutica tem, entre suas premissas, a utilização dos medicamentos, por meio da prescrição, dispensação e uso, definidos em um conjunto de práticas que inclui:
- A escolha terapêutica medicamentosa adequada;
- A indicação apropriada deste medicamento;
- A inexistência de contraindicação;
- A mínima probabilidade de reações adversas;
- A dispensação correta, incluindo informação apropriada sobre os medicamentos prescritos;
- Adesão ao tratamento pelo paciente;
-Seguimento dos efeitos desejados e de eventuais reações adversas consequentes do tratamento.

Fonte: CFF
Autor: Veruska Narikawa

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700