Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

A prática da união

Data: 07/03/2012

Após anos de afastamento motivado por questões políticas, os Diretores do Conselho Federal de Farmácia (CFF), tendo à frente o seu Presidente, Walter da Silva Jorge João, promoveram hoje, 07 de março, em Brasília, uma reunião de reaproximação com a Federação Nacional dos Farmacêuticos (Fenafar), como parte do projeto de unir e fortalecer a categoria. Além do Presidente do CFF, participaram da reunião Valmir de Santi (Vice-Presidente), João Samuel de Morais Meira (Tesoureiro), José Vílmore (Secretário-Geral) e Tarcísio Palhano (Assessor da Presidência do CFF). Representando a Fenafar, estiveram presentes a Presidente, Célia Machado Gervásio Chaves; o Vice-Presidente, Rilke Novato Públio; Maria Maruza Carlesso, Secretária-Geral; e Ronald Ferreira dos Santos, Diretor de Comunicação da entidade.

As ações conjuntas das duas instituições, além da busca pela valorização do farmacêutico, visam à melhoria da qualidade do atendimento prestado à população. “Com carga horária digna, remuneração justa e reconhecimento por parte de governantes, o farmacêutico terá condições ideais para prestar melhores serviços à sociedade”, assinalou o Presidente do CFF, Walter Jorge João, ao iniciar a reunião.

Para Célia Chaves, Presidente da Fenafar, não existe outra forma de fortalecer a categoria farmacêutica, se não pela união das instituições que atuam junto ao farmacêutico. “Além de unificar o diálogo, é preciso caminhar juntas”, disse a dirigente.

PROJETOS DE LEI - Para o Presidente da entidade, a união entre CFF e Fenafar tem objetivos específicos que devem ser buscados de forma conjunta. Para ele, é preciso que as instituições atuem junto à Câmara e ao Senado, em projetos de interesse da categoria, entre eles, o Projeto de Lei da Câmara (PLC nº 113/2005), de autoria do Deputado José Carlos Coutinho (PFL/RJ), que dispõe sobre a duração da carga horária do trabalho dos farmacêuticos; e o Projeto de Lei (PL nº 5.359/2009), de autoria do Deputado Mauro Nazif, que trata sobre o piso salarial para os farmacêuticos.

Valmir de Santi, Vice-Presidente do CFF, lembrou, ainda, que é preciso que Fenafar e CFF tenham um entendimento sobre plano de cargos e salários que possa ser negociado com grandes redes de farmácia. Para o Presidente do CFF, Walter Jorge João, é preciso que tal ação seja ampliada de modo a contemplar os farmacêuticos de um modo geral, independente do tipo e da dimensão das unidades empregadoras.

Walter Jorge João comunicou aos dirigentes da Fenafar que já está agendada uma reunião com a Federação Interestadual de Farmacêuticos (Feifar) para dar sequência às práticas de reaproximação com as entidades farmacêuticas. “O objetivo é o de conjugar forças visando à elaboração de pautas e à implementação de ações cojuntas que resultem no fortalecimento da categoria farmacêutica e, em consequência, na prestação de serviços de saúde que atendam, com a melhor qualidade possível, às expectativas da sociedade”.


Ao final da reunião, os dirigentes da Fenafar e do CFF decidiram disponibilizar as assessorias jurídicas das duas entidades, para estudar e planejar ações conjuntas que fortaleçam o diálogo entre os conselhos regionais, federações e sindicatos farmacêuticos.

Fonte: CFF
Autor: Veruska Narikawa

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700