Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias Gerais

Entidades unidas por projeto de valorização profissional

Data: 10/08/2011

Com iniciativa do Conselho Federal da Farmácia por meio do Grupo de Trabalho de Farmácia Comunitária, e da Federação Interestadual dos Farmacêuticos (Feifar), foi lançado, em 2010, o projeto COMO OBTER SUCESSO FINANCEIRO E PROFISSIONAL COM A FARMÁCIA. Com grande repercussão (veja o depoimento abaixo) o projeto é um sucesso e já conta com a adesão e apoio dos Conselhos Regionais de Farmácia, da SBFC - Sociedade Brasileira de Farmácia
Comunitária, do movimento sindical e de associações de farmacêuticos de todo o país.

O projeto, que tem como foco a farmácia comunitária possui dois eixos principais de ação:
1 - A proposta de uma METODOLOGIA DE ADMINISTRAÇÃO FARMACÊUTICA capaz de permitir que o profissional tenha sucesso e prospere mesmo em um mercado de alta competitividade. Esta metodologia é aplicável tanto para farmacêuticos que são proprietários de farmácias quanto para farmacêuticos empregados.

2 - O SISTEMA DE MONITORAMENTO DE SERVIÇOS FARMACÊUTICOS que foi desenvolvido pelo Conselho Federal de Farmácia e que tem o objeitvo de ser uma ferramenta de trabalho para o farmacêutico registrar e qualificar os serviços prestados nas farmácias e drogarias. O sistema já esta disponibilizado para USO GRATUITO através do site www.smsf.org.br. <http://www.smsf.org.br/>

 

VEJA ABAIXO OS MATERIAIS DE DIVULGAÇÃO DO PROJETO:

VÍDEO INSTITUCIONAL DO PROJETO 
VÍDEO INSTITUCIONAL DO SMSF 
SITE DO SISTEMA DE MONITORAMENTO DE SERVIÇOS FARMACÊUTICOS 
CURSO SOBRE ADMINISTRAÇÃO FARMACÊUTICA

 

DEPOIMENTO

Prezados,

 

Dr. Jaldo de Souza Santos - Presidente do Conselho Federal de Farmácia.
Dr. Rodrigo Antonio Magalhães - Consultor da ADTEC Administração e Tecnologia.
Dr. Arani Schroeder - Diretor da Farma & Farma.

Senhores:

Sinto-me na obrigação de escrever o que segue. É ao mesmo tempo um agradecimento especial e um testemunho que faço da experiência que tenho vivido desde janeiro deste ano, em grande parte sob a influência dos contatos que tenho mantido com os senhores nesse período de novas certezas e
perspectivas para minha empresa e para a minha própria vida.

Sabe-se que o saber não ocupa lugar. O problema é que muitas vezes o conhecimento e a experiência adquiridos tornam-se privilégio de poucos, informação reservada e egoísta, sem a democratização junto aos que de fato necessitam. Situação essa que é fruto de relações competitivas, reservas de informações pretensamente estratégicas. E o mundo só fica melhor quando o conhecimento, por específico ou particular que seja, esteja ao alcance de todos os interessados, quando as pessoas que o detêm, movidas pela boa vontade e uma visão altruísta, resolvam ensinar pelo simples prazer de partilhar.

Em janeiro deste ano, encaminhei aos senhores carta em que expunha a minha luta de profissional de farmácia, de farmacêutico e depois de proprietário de drogaria, em Sorocaba. Naquela oportunidade, relatei os percalços pelos quais vinha passando no sentido de levar a empresa adiante, dificuldades que iam desde capital de giro e manutenção de estoque, até cumprimento das obrigações fiscais e das regulamentações da área. Encontrava-me numa difícil encruzilhada: ou vendia a farmácia ou buscava uma forma correta de gestão para superar aqueles problemas todos e vislumbrar novos caminhos também para o meu entusiasmo, há muito voltado para a mentalidade do associativismo, do cooperativismo e de outras formas de transformar o negócio numa atividade socialmente correta e financeiramente viável.

Confesso que não encontrei eco algum junto a hipotéticos parceiros desta minha luta. Nem mesmo da rede associativa de farmácias da qual faço parte e que ajudei a criar, tive apoio de qualquer natureza.

Mas aquela carta que encaminhei ao Conselho Federal de Farmácia, à ADTEC Administração e Tecnologia e à Farma & Farma recebeu a melhor acolhida. Abriram-se, então, novos canais de intercomunicação que trouxeram novas luzes para os meus problemas. Essa linha direta aberta, através de e-mails esclarecedores e até de ligações telefônicas espontaneamente retornadas, trouxe, além das orientações técnicas de que eu precisava, também calor humano, atenção e disponibilidade, de profissionais que sequer me conhecem pessoalmente. Tal retorno desinteressado chega a emocionar, provando como é bom distribuir conhecimentos e ajudar a quem está de fato interessado.

Experiência, por certo, todos temos. Mas muitas vezes nossa experiência é limitada e prejudicada pela situação vivida. Envolvido nos problemas do dia a dia da farmácia, nas contas a pagar, nos controles, na busca de uma saída "heróica", não tinha olhos, nem vislumbre suficientes para perceber que além das montanhas próximas e dos limites pessoais e circunstanciais, existem novos horizontes e novas possibilidades. Como a experiência mais ampla de quem percebe os fatos e as soluções de forma mais estrutural e abrangente.

Graças a essa atenção que tive e venho tendo, e em especial do senhor Arani, a situação da minha drogaria já está muito melhor equacionada e com planejamento estratégico definido, condição que me permite uma possibilidade real de recuperação, por meio de táticas mais atuais e de uma operacionalidade com nova precisão e motivação.

Por tudo isso, é com prazer que faço esse relato, para agradecer toda essa atenção que venho merecendo, e também para que a minha experiência eventualmente possa servir de exemplo para companheiros do ramo que estejam passando pelas mesmas dificuldades

Agradecidamente, coloco-me a inteira disposição dos Senhores, e se algum dia o CFF, precisar de mim, ou da minha experiência, tenham certeza de que sempre estarei pronto para ajudá-los, pois com isso, é o mínimo que posso fazer, para retribuir tudo de bom que recebi desse contato.

Atenciosamente,
Dr. Vicente Jacyntho Nunes
Farmacêutico Bioquímico
CRFSP-32172
Proprietário - Droga Mirim de Sorocaba Ltda. ( Rede Farmafort )

Fonte: Feifar
Autor: Feifar

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700