Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Reunião Geral III

Data: 10/11/2010

A pauta do último dia de Reunião Geral contou com a apresentação de alguns esclarecimentos sobre nomenclatura, pela Comissão de Fiscalização do CFF; as sugestões de fortalecimento da gestão dos CRFs; a solicitação de revisão do Código de Ética; a palestra sobre o Fundo do Ministério da Justiça apresentada pelo Gerente de Regulação Econômica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Fernando Baptista, além de apresentação de dúvidas sobre a Resolução de Diretoria Colegiada ( RDC nº 44) da Anvisa, esclarecidas pelo Presidente da Agência, Dirceu Raposo de Mello.

O Presidente da Anvisa, durante a sua apresentação, falou sobre a necessidade de combater a resistência microbiana e apresentou dados que foram usados para o processo de elaboraqção da RDCnº 44. Raposo de Mello lembrou que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 2/3 dos antibióticos são usados sem prescrição médica; as infecções causam 25% de mortes no mundo e 45% nos países menos desenvolvidos; mais de 50% das prescrições de antibióticos são inadequadas; 50% dos pacientes compram antibióticos para 1 dia e 90% para um período igual ou inferior a 3 dias; e mais de 50% do orçamento com medicamentos são destinadas aos antimicrobianos.

Para Dirceu Raposo de Mello a resistência microbiana é um problema global e a sua contenção ou minimização depende de ações focadas no uso racional dos antimicrobianos. “Mas é preciso que todos participem, desde médicos, dentistas; farmacêuticos; pacientes; sistema público; sociedade; além de indústria farmacêutica e setor varejista” disse.
 

Fonte: CFF
Autor: Veruska Narikawa

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700