Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Tempo de pensar a Farmácia

Data: 15/09/2010

A Federação Internacional Farmacêutica (FIP) instituiu 25 de setembro como o Dia Internacional dos Farmacêuticos. No momento da escolha, em Portugal, eu estava presente, e fui testemunha de um movimento mundial, provocado por aquela instituição, para que os farmacêuticos pensem nesta data, não só como um dia comemorativo, mas como um momento de reflexão sobre a profissão.

É inegável o valor do farmacêutico para a prevenção, tratamento e cura de doenças, assim como é inegável o crescimento e diversidade das atividades que podem ser exercidas por este profissional. Mas o convite da FIP não diz respeito a este tipo de reflexão e, sim, à essência de ser farmacêutico.

A Farmácia desenvolveu-se e acompanhou a onda tecnológica que invade todos os campos do saber, nas últimas décadas, mas tem algo que a faz especial: o desejo de servir, de cuidar da saúde do próximo. É deste sentimento que devemos nos alimentar, ao refletir sobre nossa atividade.

Depois de mais de 50 anos dedicados à profissão, tenho conhecimento para afirmar que estamos diante de um momento único para a Farmácia. A criação do Dia Internacional do Farmacêutico e a solicitação da FIP para que nós, profissionais da Farmácia, reflitamos sobre nossas atividades profissionais, não é um acontecimento pífio, passageiro e nem pode ser encarado por nós com timidez. É bom lembrar que a reflexão exige coragem, pois ela é o primeiro passo para a mudança para melhor.

Não esperemos o 25 de setembro. Comecemos, hoje. Mudemos o foco do nosso olhar e passemos, a partir de agora, a nos questionar sobre nossa importância para a sociedade e nossa responsabilidade como cuidadores de vidas. Olhemos em volta! Somos detentores do conhecimento sobre doenças, medicamentos e muito mais, mas estamos usando bem este conhecimento? Há benefício social no trabalho que desenvolvemos?

Estou feliz com o momento de transformação da Farmácia. É um momento de crescimento, mas também de busca constante. A expansão da assistência farmacêutica, as mudanças impostas por novas tecnologias e a velocidade com que a informação circula, no mundo, exigem preparo e conhecimento técnico aliado ao conhecimento humano. Somos agentes transformadores da sociedade. Estamos intimamente ligados à saúde das pessoas. Pensemos sobre isso.
 

Fonte: CFF
Autor: Jaldo de Souza Santos - Presidente do Conselho Federal de Farmácia

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700