Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Dia Nacional da Imunização: farmacêutico reforça a importância das vacinas

Data: 09/06/2017

Nove de junho é o Dia Nacional da Imunização. A data marca a importância das vacinas para a saúde da população e serve como lembrete para a atualização das doses recomendadas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, vacinar é uma das formas mais efetivas e de menor custo para reduzir a mortalidade infantil. No entanto, um movimento vem crescendo na Europa e Estados Unidos contra a vacinação de crianças, alegando que deve-se esperar que a imunidade esteja madura e que a vacina estimula de forma artificial o sistema imunológico. A ideia tem sido combatida por especialistas em saúde que alertam: a lógica da vacina é imunizar a população para impedir que vírus se propaguem, como poliomielite, caxumba, rubéola e sarampo, por exemplo.

O farmacêutico pela Universidade de São Paulo, doutor em farmacologia, Marcelo Polacow Bisson alerta que esperar a doença para criar imunidade pode trazer de volta doenças erradicadas.“Pegar o exemplo da poliomielite, que é uma doença que no Brasil está erradicada, se as pessoas começarem a deixar de vacinar seus filhos, que é a vacina da gotinha, parte da população vai estar suscetível. O vírus não foi eliminado da face da terra, temos a possibilidade da doença ressurgir. As pessoas falam, ‘não, mas o filho é meu eu vacino se eu quero’, não é bem assim, você pode estar abrindo as portas pra disseminação em outras pessoas que não tem nada a ver, é uma responsabilidade de todos", afirma.

O farmacêutico Marcelo Polacow Bisson, que também é conselheiro federal de farmácia por São Paulo lembra que doenças que estavam bem controladas já estão ressurgindo, como caxumba e sarampo. Ele ressalta que é preciso estar em dia com o calendário de vacinação. “Cada vacina tem o seu período para ser tomada, na idade adulta também devemos seguir os calendários vacinais, principalmente a população idosa com a vacina contra a gripe que é extremamente recomendada. Se não se lembram se tomou uma vacina ou não, procurem o posto de saúde mais próximo”.

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) foi criado em 1973 para coordenar as ações do governo de prevenção a doenças. Em 1977, há exatos 40 anos, o primeiro calendário nacional de vacinação do Brasil oferecia quatro vacinas. Hoje, são 14 – todas as recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700