Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Profar é tema de palestra durante o II Enefc

Data: 19/09/2016

Os projetos do Conselho Federal de Farmácia (CFF) que visam contribuir com o avanço do cuidado farmacêutico como modelo de prática profissional foram apresentados durante o II Encontro Nacional de Educadores em Farmácia Clínica, realizado de quinta-feria, 15 de setembro, a sábado, dia 17, em Natal (RN). Na tarde de sexta-feira, 16, o presidente do Conselho, Walter da Silva Jorge João, e a assessora da Presidência, Josélia Frade, falaram sobre o Programa de Suporte ao Cuidado Farmacêutico na Atenção à Saúde (Profar).

Coube ao presidente a abordagem sobre o eixo político que possibilitou a construção do Profar. “O movimento clínico é feito por farmacêuticos com experiência clínica, mas tenho ciência do meu papel como líder, que é trabalhar pelo futuro das novas gerações”, disse Walter da Silva Jorge João. O presidente falou de como a união da categoria foi importante em algumas das principais conquistas da profissão nos últimos cinco anos, como a aprovação da Lei nº 13.021/14 e as resoluções do CFF que dispõem sobre as atribuições clínicas do farmacêutico e a prescrição farmacêutica.

Walter Jorge João ressaltou que a atuação clínica do farmacêutico, no consultório farmacêutico, é fato consumado. “Tanto que o projeto foi encampado pelas grandes redes, que já têm mais de 600 serviços implantados, com projeto de chegar a mil até fevereiro”, destacou. O presidente disse aguardar para breve a revisão da RDC/Anvisa nº 44 e da CNAE - Classificação Nacional de Atividades Econômicas, que estão defasados em relação à legislação e às normas.

O presidente finalizou dizendo que os projetos e ações do CFF para a Farmácia Clínica tiveram enorme destaque durante o Congresso da Federação Internacional Farmacêutica (FIP). “Estamos a anos luz dos demais países no que diz respeito aos projetos de qualificação, como o Profar, e também à formação. A proposta construídas pelo conjunto das entidades que representam os segmentos farmacêuticos brasileiros, de revisão das Diretrizes Nacionais Curriculares do Curso de Graduação em Farmácia (DCNs) surpreendeu as lideranças internacionais”, afirmou.

Ele agradeceu a assessora da Presidência Josélia Frade pelas grandes mudanças que têm sido vivenciadas pela Farmácia brasileira e também pela visibilidade que o Brasil tem conquistado no cenário internacional. O presidente lembrou que a pauta clínica do CFF foi apresentada com sucesso em Portugal, Tailândia, México, Uruguai, Argentina, Costa Rica e Alemanha. Walter Jorge João conclamou a todos os farmacêuticos a se inteirarem das resoluções e se apoderarem delas, refletindo, em sua prática, a nova face da profissão farmacêutica.

Josélia Frade iniciou sua apresentação dizendo que se sentia honrada por, naquele momento, estar representando um grupo de farmacêuticos que tem contribuído para as ações da pauta clínica e a criação e desenvolvimento do Profar. Ela explicou como foi concebido e está estruturado o Profar, e as várias ações do programa para disseminar conhecimentos e promover o desenvolvimento de habilidades para a provisão de serviços farmacêuticos que visem proporcionar cuidado ao paciente, à família e à comunidade. De acordo com Josélia Frade, o foco principal do programa é contribuir para o uso racional de medicamentos, a otimização da farmacoterapia, a prevenção de doenças e a promoção e a recuperação da saúde, por meio da prestação de serviços farmacêuticos.

O grande destaque da apresentação foi a descrição de alguns fundamentos do documento resultante da Consulta Pública/CFF nº 02/14, que é a base do Profar e será lançado em breve. Uma das iniciativas do programa é um curso de educação a distância (EaD), intitulado Prescrição Farmacêutica no Manejo de Problemas de Saúde Autolimitados, que encontra-se com inscrições abertas por meio de uma plataforma digital (para se inscrever, clique aqui). Ela lembrou que o curso é gratuito. Anunciou também que em breve devem chegar às residências dos farmacêuticos que concluíram o curso o fascículo de apresentação e o primeiro de uma série de nove guias de prática clínica, que terá como tema espirro e congestão nasal. A iniciativa, frisou, é um incentivo aos farmacêuticos para que eles possam assumir sua autoridade técnica como profissionais da saúde.

Fonte: Comunicação do CFF

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700