Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

CFF e CRF-DF orientam sobre uso racional de medicamentos

Data: 04/05/2016

 Nesta quinta-feira, dia 5 de maio, é comemorado o Dia Nacional pelo Uso Racional de Medicamentos. Em alusão à data, o Conselho Federal de Farmácia (CFF) e o Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal (CRF-DF) promovem ação na Câmara Legislativa, onde, a partir das 9 horas, farmacêuticos orientarão a população do Distrito Federal. As atividades, que continuarão durante toda a manhã, incluirão a distribuição de folders sobre a prevenção da dengue, da chikungunya e da zika, alertando sobre o risco da automedicação para os portadores dessas doenças.

Na ocasião, a Associação Nacional dos Defensores Públicos e a Defensoria Pública (DEP-DF) lançarão a Campanha Nacional dos Defensores Públicos de 2016. O tema escolhido para este ano foi o acesso à saúde. Como parte da programação de lançamento, o CRF-DF e a Defensoria do DF assinarão um termo de parceria visando ao apoio técnico de farmacêuticos nos processos de judicialização da saúde. “Em unidades da federação onde esse tipo de parceria foi firmada, houve redução nas demandas judiciais por medicamentos e ampliação do acesso aos mesmos. Além disso, houve a abertura de postos de trabalho no judiciário para os farmacêuticos”, comenta a presidente do CRF-DF, Gilcilene Chaer.

Uso racional - O Dia Nacional pelo Uso Racional de Medicamentos foi instituído para conscientizar a população sobre os riscos da automedicação desassistida e a importância da prática do uso seguro e racional dos medicamentos, que, no Brasil, são responsáveis por cerca de 30% dos casos de intoxicação. A estatística é do Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas (Sinitox), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), fonte oficial do País para estatísticas relacionadas ao tema. O sistema contabilizou 27.008 casos e 81 mortes no ano de 2012.

As estatísticas mostram que o uso incorreto de medicamentos pode até matar. O presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Walter da Silva Jorge João, destaca que medicamento é bom quando é necessário e utilizado sob a orientação do farmacêutico. “É preciso que a população incorpore o conceito de farmácia previsto na Lei nº 13.021, em vigor desde 2014. Medicamento não é um produto qualquer e farmácia não é um simples comércio. Farmácias são estabelecimentos de saúde.”

Algumas orientações são fundamentais para o uso responsável de medicamentos. Uma delas é nunca usar medicamentos por conta própria, nem mesmo os de venda livre de prescrição. “O que foi bom para o seu vizinho, pode não ser bom para você”, alerta o presidente do CFF, destacando a importância do cuidado em relação às propagandas de medicamentos.

O presidente do CFF recomenda que, antes de usar qualquer medicamento, a atitude correta é consultar o farmacêutico. “Nós somos os profissionais da saúde mais indicados para orientar sobre o uso de medicamentos, pois atuamos em toda a cadeia de produção dos mesmos. Além disso, desde 2013, estamos autorizados a prescrever certos tipos de medicamentos”. Uma razão a mais apontada pelo presidente é que os farmacêuticos são os profissionais da saúde mais acessíveis à população. Por exigência legal, toda farmácia é obrigada a ter a presença do farmacêutico durante todo o seu período de funcionamento. “Estamos em todas as farmácias. Pela sua saúde, não deixem de nos consultar”, orienta Walter da Silva Jorge João.

Confira outras dicas sobre o uso racional de medicamentos. Clique aqui. 

Fonte: Comunicação do CFF

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700