Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Ações do CFF coincidem com recomendações da FIP

Data: 20/01/2010

Convidada especial para a solenidade em comemoração ao Dia do Farmacêutico, Carmen Peña López, Vice-presidente da FIP (Federação Internacional de Farmacêuticos) participou, ontem (19.01), da Reunião Plenária do Conselho Federal de Farmácia (CFF), realizada no Auditório Sebastião Ferreira Marinho, Edifício Seguradoras, Setor Comercial Sul, em Brasília. Também esteve presente o Presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Dirceu Raposo de Mello. Ambos destacaram que as ações do CFF coincidem com as recomendações internacionais da FIP, e no Brasil, com as ações recomendadas pela Anvisa.

Carmen Peña Lopez afirmou que as ações em benefício da profissão farmacêutica, no Brasil, são essenciais para uma mudança de paradigma no mundo todo. “Há tempos, a FIP trava uma batalha, em todo planeta, pela valorização do farmacêutico e contra a banalização do uso de medicamentos. E o foco da indústria farmacêutica sempre esteve na Comunidade Européia, onde estamos um pouco enfraquecidos, e outras grandes potências comerciais como os Estados unidos e a China não influenciam tanto nessa nossa luta. Por isso, a FIP deposita suas esperanças e confiança na América do Sul, espacialmente no Brasil”, disse a dirigente.

O Presidente do CFF, Jaldo de Souza Santos, lembrou que o fato de estar no caminho certo, seguindo as orientações internacionais, não quer dizer que a missão do Conselho esteja cumprida . “Sabemos que estamos na direção certa em favor do crescimento da profissão, e sabemos da grande responsabilidade mundial que temos ao assumir a posição de comando da categoria, no Brasil. Mas isso não significa uma trajetória fácil. Vislumbro muito trabalho pela frente, e mais que um desafio, isso é um grande estímulo”, disse.

Em seu pronunciamento, a Vice-presidente da FIP lembrou que o farmacêutico necessita de valorização. Para ela é preciso acabar com o estigma mundial de que o farmacêutico é mais um servidor da saúde ou apenas um dispensador de medicamento. “O farmacêutico é um profissional essencial para a saúde pública, é desta forma que ele precisa ser reconhecido. A população precisa saber que onde há alguém que precisa de um medicamento, deve haver, também, um farmacêutico”, destacou.

Carmen Peña López elogiou a demonstração de respeito que o CFF tem demonstrado ao farmacêutico ao lhe oferecer constante capacitação. “No mundo inteiro são vários modelos de assistência e dezenas de atividades que o farmacêutico pode exercer, por isso, é complicado para a FIP coordenar atividades de capacitação. É louvável a decisão do CFF de oferecer capacitação ao farmacêutico comunitário, aquele que está na linha de frente da saúde pública, que está nos balcões das farmácias. O Brasil se torna, assim, mais um exemplo para a FIP, pois é preciso que o farmacêutico tenha acesso à informação e à formação presencial ou à distância, para um constante aprendizado”, completou.

PARCERIA - durante a sua participação, o Presidente da Anvisa, Dirceu Raposo de Mello, propôs ao CFF, ações em parceria para a aplicação da RDC nº 44. Lembrou que outras categorias, que não concordam com as determinações da RDC, procuram desvalorizar a atuação do farmacêutico em favor das normas definidas na Resolução. “Defender a saúde pública não é corporativismo. Vários países considerados, por todos nós, menos desenvolvidos que o Brasil, como a Argentina, a Guatemala e o Peru possuem modelos de assistência farmacêutica tecnicamente superiores”, disse.

Raposo propôs oficialmente, ao CFF, uma ação conjunta de marketing para a valorização profissional e esclarecimento quanto ao uso racional de medicamentos. A campanha de marketing será lançada, em breve, em todo País, pelo CFF e Anvisa.

DIA DO FARMACÊUTICO - na Reunião Plenária, ainda foram acertados os últimos detalhes da solenidade de comemoração do Dia do Farmacêutico que será realizada hoje (20.01) a partir das 19h30, no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, Brasília (DF), a solenidade comemorativa também dá início às comemorações do cinqüentenário do CFF.

Jaldo de Souza Santos, Presidente da entidade, lembra que a história da profissão vai muito além dos 50 anos do CFF. Segundo o dirigente, a farmácia é uma das profissões mais antigas e, ao mesmo tempo, está entre as mais promissoras. “Temos muito a comemorar, pois a farmácia brasileira tem uma bela história, e também vivemos um momento de expectativa de crescimento da atividade, já que o CFF tem focado, nos últimos anos, os seus olhares para a fiscalização profissional com orientação e para a qualificação e capacitação do farmacêutico”, afirma Souza Santos.

A solenidade será marcada pela entrega da Ordem do Mérito Farmacêutico Internacional e da Comenda do Mérito Farmacêutico. As condecorações visam a distinguir personalidades que prestaram relevantes serviços à farmácia e à saúde. E, na oportunidade, também será realizada entrega do Prêmio Jayme Torres 2009 – que teve como tema as plantas medicinais e fitoterápicos.

 

Fonte: CFF
Autor: Veruska Narikawa

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700