Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Presidente do CFF comemora criação do cargo de analista farmacêutico na Defensoria do RS

Data: 27/01/2016

 

O presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Walter Jorge João, comemorou a aprovação, pelo Conselho Superior da Defensoria Pública do Rio Grande do Sul, da criação do cargo de Analista Técnico Farmacêutico para o quadro da instituição. A conquista foi ratificada em reunião no dia 14 de janeiro, na sede do órgão em Porto Alegre. “É mais uma área de atuação do farmacêutico que se consolida no país e, com isso, ganham todos os profissionais e, principalmente, a população brasileira, que passa a contar com mais agilidade nos questionamentos relacionados à saúde junto ao judiciário”, disse.

Para Walter Jorge João, a medida é motivo de orgulho para toda a classe farmacêutica, justamente por ser aprovada no mês em que se comemora o Dia do Farmacêutico – 20 de janeiro. A proposta é consolidar o assessoramento dos profissionais farmacêuticos aos defensores públicos do Estado, por meio da emissão de pareceres e interpretação de receitas e laudos nos assuntos que envolvam medicamentos.

A experiência de Porto Alegre é, de acordo com presidente do CFF, um exemplo a ser seguido por outras regiões brasileiras. “Essa conquista, pioneira no país, abre precedentes para que outras comarcas não só do Rio Grande do Sul, mas de outros estados brasileiros adotem esse modelo e passem a contar com farmacêuticos em seus quadros. Isso, certamente, encurtará o prazo dos processos, dará mais respaldo aos laudos jurídicos e reduzirá as despesas com judicializações na assistência pública à saúde”.

Atuação do CRF-RS
O Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul (CRF-RS) compareceu à reunião, por meio de seu presidente Maurício Schuler Nin, do assessor Jurídico Leandro de Moura Carvalho, da farmacêutica Clarissa Ruaro Xavier e da assessora de Assuntos Estratégicos, Zelma Padilha.

O projeto, inédito no país, foi possível a partir da experiência obtida com o assessoramento realizado por meio de um Termo de Cooperação Técnica entre o CRF-RS e a Defensoria, firmado em janeiro de 2014. Clarissa Xavier, que atuou na orientação dos defensores públicos da Unidade Central de Atendimento e Ajuizamento da Defensoria Pública do RS, apresentou os resultados desse trabalho, com dados que evidenciam o sucesso da atividade.

Na sequência, o presidente do CRF-RS, Maurício Schuler Nin, reforçou a apresentação da farmacêutica. “Esse resultado é muito importante, e nos serve de alerta e aprendizagem. O profissional farmacêutico só será valorizado se demonstrar competência em suas ações e propostas, e essa valorização a Defensoria nos deu hoje. Foi um significativo passo para que a população gaúcha que precisa buscar seus direitos em saúde na esfera judicial possa utilizar os serviços de profissionais especializados em medicamentos”, discursou Maurício Schuler Nin.

O defensor público-geral do RS, Nilton Arnecke Maria, e o presidente da Associação dos Defensores Públicos do Estado, Felipe Facin Lavarda, manifestaram-se a favor do deferimento da proposta, ressaltando as competências do farmacêutico e a diferença positiva que a atuação deste profissional trouxe para o trabalho da Defensoria nos últimos dois anos, qualificando os atendimentos e reduzindo consideravelmente a judicialização na saúde.


Autor: Murilo Caldas - jornalista do CFF

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700