Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

"Não vamos inventar a roda", diz presidente da Fefas

Data: 15/10/2015

 Com a presença de oito entidades associadas, a Federação Farmacêutica SulAmericana (Fefas) realizou na tarde de quarta-feira, dia 14 de outubro, no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro (RJ), sua assembleia geral ordinária. O presidente da entidade, Carlos Eduardo Jerez Zuleta, coordenou os trabalhos. O vice-presidente da entidade, Walter da Silva Jorge João, presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), foi representado pela assessora da Presidência, Josélia Frade.

Carlos Eduardo Jerez Zuleta apresentou realizações e metas de sua gestão, que tem priorizado ações na área de comunicação, a difusão de conhecimento e a integração regional e com a Federação Internacional de Farmacêuticos (FIP), além de ter promovido o reingresso de quatro países membros (Chile, Peru, Bolívia e Venezuela). A situação deste último, que atravessa uma grave crise política, foi mencionada por diversas vezes na assembleia. O presidente da Fefas propôs que as entidades farmacêuticas latino americanas manifestem seu apoio incondicional aos profissionais venezuelanos, ao que recebeu total apoio.

O representante de cada país membro fez um resumo das atividades desenvolvidas e sobre a evolução da profissão em seus territórios. Os progressos conseguidos pelo Brasil foram relatados pelo assessor da Presidência do CFF, Tarcísio Palhano. Ele informou que após 20 anos, a Farmácia brasileira resgata seu espaço e o respeito da sociedade como profissão da saúde. Esse resgate está se dando por meio da atuação clínica e foi possível graças à iniciativa do CFF.

Ele citou que o progresso foi deflagrado com a publicação, pelo conselho, das resoluções nº 585, que regulamentou as atribuições clínicas do farmacêutico, e nº 586, que regula a prescrição farmacêutica. Ao aparato normativo, aliou-se a aprovação da Lei nº 13.021/14, impulsionada pela mobilização das entidades farmacêuticas. O Fórum de Luta pela Valorização da Profissão Farmacêutica, cuja criação foi coordenada pelo CFF, teve importância fundamental nesta empreitada. Tarcísio Palhano citou que a batalha não terminou, pois as resoluções têm sido sucessivamente questionadas na Justiça. Mas o conselho segue vitorioso em todos os processos.

O assessor da Presidência do CFF destacou que a próxima ação do CFF será colocar em prática o Programa de Suporte ao Cuidado Farmacêutico na Assistência à Saúde (Profar). Por meio de um curso a distância serão capacitados 80 mil farmacêuticos para a atuação clínica. Também serão lançados guias de prática clínica, para auxiliar os profissionais no cuidado ao paciente, que está se consolidando cada vez mais no país. “Uma rede de farmácias com 300 estabelecimentos já possui consultórios farmacêuticos em 120 deles.”Tarcísio Palhano destacou, ainda, que o CFF tem atuado em várias frentes pela consolidação da prática clínica, incluindo a revisão das Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia.

Durante a assembleia da Fefas foram aprovados os nomes dos países sede para os congressos da entidade nos próximos três anos: Peru, Colômbia e Paraguai, nesta ordem. Ao final da reunião, Carlos Eduardo Jerez Zuleta pediu um minuto de silêncio em memória de dois ícones para a profissão, que morreram recentemente, Cosme de Los Santos e Geraldo Solanas.

Para os países membros da Fefas, ficou o recado do presidente da entidade, para que a evolução da profissão seja buscada por meio da reprodução de experiências bem-sucedidas, respeitando as peculiaridades de cada território. “Não vamos inventar a roda, mas aprender com quem já descobriu como fazê-la girar.”

Fonte: Comunicação CFF

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700