Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

CFF apoia Movimento Chega de Descaso

Data: 25/05/2015

O Conselho Federal de Farmácia está atuando como parceiro do Movimento Chega de Descaso. A iniciativa é do farmacêutico Leandro Farias, que reivindica a apuração das circunstâncias e punição dos responsáveis pela morte de sua esposa, a servidora e também farmacêutica do Instituto Nacional da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF) Ana Carolina Domingos Cassino, que tinha 23 anos. O fato ocorreu em agosto de 2014 e foi desencadeado após a paciente ter passado quase 30 horas aguardando por uma cirurgia de apendicite no Hospital da Unimed da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O site do Movimento www.chegadedescaso.com.br destaca o apoio de figuras públicas e reportagens publicadas sobre o ocorrido. “A intenção é promover um grande debate na sociedade visando um serviço de saúde de qualidade, por meio da conscientização da população”, destaca Leandro Farias.

As falhas dos serviços de saúde e mesmo os erros cometidos por profissionais da área não devem ser encarados de forma simplista, como frutos da baixa qualidade no atendimento ou como atos inseguros cometidos por pessoas desatentas, desmotivadas e com treinamento deficiente. Quando o erro ocorre, ele deve ser encarado como uma oportunidade importante de aprendizado como ocorre na aviação, onde os acidentes resultam em medidas efetivas para minimizar o risco de que os mesmos sejam repetidos.

O Plenário do CFF aprovou Moção de apoio ao Movimento em reunião ordinária no mês de fevereiro de 2015. O texto evidencia que o caso não se trata de uma fatalidade, revelando o desumano processo de mercantilização da vida e dos direitos básicos a uma existência digna que atinge a população.

“Na base do problema está o mesmo processo de privatização do direito à saúde, que desvaloriza e atrofia o SUS – um sistema construído para ser público, universal e de qualidade –, para, literalmente, vender a solução, através de planos de saúde, que têm contado crescentemente, inclusive, com recursos e subsídios públicos.”, diz a moção.

Partindo do conceito ampliado de saúde, o CFF se posicionou a favor dessa causa, considerando que o movimento não se refere apenas a um caso isolado, mas a um projeto de sociedade que se revela preocupante. O CFF exerce nessa luta, por meio de seus profissionais, o trabalho de formar uma sociedade mais consciente e ativa para transpor barreiras por uma emancipação coletiva e conquista de direitos.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Conselho Regional de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro (CRF-RJ) e o Sindicato dos Farmacêuticos do Rio de Janeiro (Sinfaerj) também estão apoiando a causa.

Fonte: Comunicação do CFF

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700