Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Farmácia Clínica é discutida em Gramado

Data: 15/05/2015

Numa época em que os debates sobre Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) do curso de Graduação em Farmácia estão ganhando fôlego, no Brasil, o Conselho Federal de Farmácia (CFF), em parceria com o Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul (CRF-RS), realiza, em Gramado (RS), o I Encontro Nacional de Educadores em Farmácia Clínica. O objetivo é promover a integração entre os docentes de disciplinas da área clínica do curso de Farmácia e aprofundar a troca de experiências e informações sobre o ensino nesta área.

Assim, nesta quinta e sexta-feira (14 e 15.06), os 100 participantes inscritos no evento participam de palestras, exposições e painéis, e também têm a oportunidade de integrar Grupos de Trabalho (GTs) para compartilhar as práticas de ensino para a formação clínica de farmacêuticos, além de refletir a necessidade de criação de um fórum permanente da educação na área clínica.

Os GTs darão prosseguimento aos debates relacionados às competências a serem desenvolvidas para a formação clínica de farmacêuticos. O objetivo final é elaborar um documento-base a ser analisado durante o Congresso Brasileiro de Educação Farmacêutica (Cobef), que será realizado entre os dias 10 e 12 de junho, em Salvador (BA).

Abertura – na mesa de abertura estavam presentes Roberto Canquerini, presidente do CRF-RS; Josué Schostack, conselheiro federal pelo RS; Zilamar Fernandes, coordenadora da Comissão Assessora de Educação Farmacêutica (Caef) do CFF; Rosana Isabel dos Santos, da Comissão de Ensino (Comensino) do CFF; Paulo Sérgio Arrais, da Associação Brasileira de Educação Farmacêutica (Abef); e Josélia Frade, assessora da Presidência do CFF.

Josélia Frade, responsável pela coordenação geral do Encontro, iniciou as exposições comemorando o fato de a ação mobilizar tantos educadores, valorizando o crescimento no interesse na formação dos farmacêuticos e propondo a reflexão acerca do movimento clínico. Segundo ela, “um movimento transformador como este somente avançará com apoio político, regulação, enfrentamento jurídico, financiamento, formação de qualidade tanto dos educadores quanto dos profissionais, e pela integração entre as entidades profissionais e acadêmicas”.

Na sequência, Rosana Isabel dos Santos lembrou que a Comensino considera um passo importante o avanço promovido com as discussões na área clínica nos últimos anos, e que é preciso pensar sobre os espaços dos diferentes campos que compõe a Graduação em Farmácia. “Este evento é importante porque antecipa, em alguns pontos, temas que serão abordados no Cobef”, observa.

Da mesma forma, Zilamar Fernandes, da Caef, destacou o momento ímpar e transformador que a categoria está passando. “As mudanças da prática no ensino mudam o perfil do egresso. Devemos ultrapassar as antigas concepções, trabalhar por novos eixos e ter a visão no cuidado do paciente, o que norteará as Diretrizes”, disse ela, reforçando o valor do conhecimento transdisciplinar e celebrando a vitória alcançada junto ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep) na questão da obrigatoriedade das farmácias-escolas nas Universidades.

Em nome da Abef, Paulo Sérgio Arrais, valorizou os debates que estão ocorrendo em torno das competências e das Diretrizes Curriculares, sublinhando a importância do apoio das instituições acadêmicas para a construção de cenários de prática profissional aos alunos.

Já o conselheiro federal Josué Schostack enfatizou a força que os farmacêuticos podem ter quando focalizam seu trabalho com o público, buscando aprimorar o atendimento direto com a população. Schostack ainda valorizou a representatividade do presidente do CFF, Walter Jorge da Silva João, para a profissão farmacêutica brasileira. “Evoluímos 30 anos nesses últimos 3. Com sua liderança, o Dr. Walter promoveu uma verdadeira revolução na Farmácia no Brasil, e isso nos deixa a mensagem de que é imprescindível seguir lutando e colocar para a sociedade todo o potencial do farmacêutico”, garante.

Ao dar boas-vindas aos participantes do Encontro e manifestando orgulho por “receber tantos pensadores da Farmácia Clínica do Brasil”, o presidente do CRF-RS, Roberto Canquerini, ressaltou a necessidade de se trabalhar com afinco para que se qualifique essa esfera da profissão. “A Farmácia Clínica o principal eixo de formação do farmacêutico, e colabora com a inserção do profissional nas equipes multidisciplinares de saúde e no mercado, por isso este evento é tão especial”, disse.

Fonte: CFF
Autor: Comunicação, com informações de Julian Schumacher, da Assessoria de Imprensa do CRF/RS

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700