Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Senado homenageia farmacêuticos

Data: 01/10/2009

Os farmacêuticos brasileiros foram homenageados pelo Senado, em solenidade realizada, na manhã de hoje (1º/10), no Plenário da Casa. A homenagem foi realizada por requerimento do Senador Gim Argello (PTB-DF). Ele ressaltou a importância da atividade farmacêutica para a humanização do atendimento à saúde. A sessão foi presidida pelo Senador Mão Santa (PSC-PI), que abriu os trabalhos, lendo mensagem do Presidente do Senado, José Sarney: "Mesmo antes do descobrimento do Brasil, os pajés indígenas já usavam plantas para curar os doentes, mas o divisor de águas foi 1940, quando teve grande impulso a profissão e sua missão de salvar vidas”. O Presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Jaldo de Souza Santos, enfatizou, em discurso proferido da Tribuna, que os 134 mil farmacêuticos brasileiros estão cada vez mais preparados para servir bem à sociedade.

Em sua mensagem, o Senador José Sarney ressaltou que os farmacêuticos “trabalham, lado a lado com os médicos, numa harmonia que traz grandes benefícios à população brasileira". Já o Senador Paulo Duque (PMDB-RJ), lembrou a importância da atividade farmacêutica para a sociedade e citou que, em seu Estado, estão sediados os maiores laboratórios do mundo, o que garante mercado de trabalho para os profissionais.

Já o Senador e médico Mão Santa lembrou que, quando era Secretário de Saúde de Terezina (PI), houve um surto de frieira (dermatite), na cidade. Então, ele pediu ajuda a um farmacêutico, que resolveu o problema, com uma solução de ácido salicílico, ácido benzóico e álcool iodado. Segundo Mão Santa, o farmacêutico e o médico nasceram juntos e são necessários à sociedade.

FORMAÇÃO – O Presidente do CFF, Jaldo de Souza Santos, agradeceu a homenagem e realçou a expansão do tempo de formação acadêmica dos farmacêuticos, que passou para 4 mil horas de aula. Este tempo, aliás, foi uma conquista do Conselho Federal de Farmácia. Souza Santos citou que o empenho dos profissionais, com vistas a se qualificarem, é quase obsessivo. Grande parte dos farmacêuticos complementa a sua capacitação com a pós-graduação e com as especializações.

Disse, ainda, que o CFF está muito focado na questão da qualificação profissional, e destacou o curso “A Assistência Farmacêutica na Farmácia Comunitária”, oferecido pelo Conselho aos profissionais de todas as capitais. Adiantou que o CFF irá oferecer, a partir de 2010, cursos à distância que irão alcançar farmacêuticos de todo o País, inclusive dos interiores. “Senhores Senadores, os farmacêuticos estão buscando a excelência profissional, para servir bem à sociedade”, conclui.

A solenidade contou, ainda, com a participação da Diretora Secretária-Geral do CFF, Lérida Vieira; de diretores dos Conselhos Regionais de Farmácia do Rio de Janeiro e do Distrito Federal; da vice-presidente da Associação Nacional dos Farmacêuticos, Aline Coppola.
 

Fonte: CFF
Autor: Aloísio Brandão

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700