Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Campanha do CFF orienta: farmácia sem farmacêutico não é legal

Data: 15/01/2015

A recém-aprovada Lei 13.021, de 8 de agosto de 2014, determina que farmácia é unidade de saúde e tem de estar sob a responsabilidade do farmacêutico. Para divulgar essa informação à população usuária de medicamentos, o Conselho Federal e os conselhos regionais de Farmácia iniciam, nesta segunda-feira, dia 12 de janeiro, a veiculação de uma campanha nacional de conscientização dos usuários de medicamentos. Idealizada e coordenada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), a campanha está sendo realizada em comemoração ao Dia do Farmacêutico, 20 de janeiro.

O vídeo, a principal peça da campanha, foi gravado em uma farmácia de São Paulo e conta com a participação dos atores Werner Schünemann e Maria José Pereira Gualberto, que ficou conhecida pelo bordão "Nem a pau, Juvenal", em um comercial de presunto. Na campanha dos conselhos de Farmácia, ela interpreta uma idosa que faz uso de medicamentos para doenças crônicas e mantém o perfil de consumidora exigente, recusando as farmácias que não contam com o farmacêutico. Atrás do balcão da farmácia, Maria José encontra de tudo: bombeiro, cozinheiro... Mas não desiste de ser bem atendida.

"Com um toque de humor, estamos procurando dar um recado sério à população: todos os profissionais têm um lugar certo para atuar. No atendimento ao usuário de medicamentos, para prestar a assistência farmacêutica, por lei, esse profissional é o farmacêutico", comenta o vice-presidente do CFF, Valmir de Santi. O ator Werner Schünemann repassa a mensagem principal da campanha. "Você tem direito aos serviços do farmacêutico nas farmácias e drogarias. Exija. Os conselhos federal e regionais de Farmácia advertem: farmácia sem farmacêutico não é legal."

O presidente do CFF, Walter Jorge João, ressalta que a campanha pretende estimular os cidadãos a cobrarem a presença do farmacêutico nas farmácias e drogarias. "O farmacêutico está ali para prescrever os medicamentos isentos de prescrição médica, para orientar quanto ao uso correto de medicamentos, e para prestar serviços de saúde como aferição de pressão arterial, teste glicêmico, entre outros.” Walter Jorge João destaca que a Lei n° 13.021/14 é uma conquista para a saúde pública. "Como integrante do Fórum Nacional de Luta pela Valorização da Profissão Farmacêutica (o grande articulador pela aprovação do dispositivo legal), o CFF pretende, com esta campanha, contribuir para que ele seja efetivo."

Desenvolver uma ação nacional, tendo a publicidade como ferramenta de divulgação da profissão, é um desafio para o CFF, de acordo com o presidente da instituição. “Para que alcancemos o efeito que desejamos precisamos de paciência, pois a comunicação é um processo que se constrói com o tempo. Neste sentido, é fundamental o envolvimento de todos - entidades e farmacêuticos - na massificação das peças da campanha, por meio das redes sociais e outras mídias." Walter Jorge João lembra que esta é a primeira ação do ano. Outras campanhas estão previstas até dezembro.

Além do vídeo que será divulgado em TV aberta, canais por assinatura, cinema e internet, a campanha conta com spot de rádio, peças para os sites do CFF e CRFs, anúncios para o Facebook, anúncio para jornais e revistas, outdoor e busdoor. “Além das peças publicitárias, as equipes de comunicação do CFF e dos conselhos regionais atuarão para reforçar a mensagem sobre a importância do farmacêutico, à sociedade, aos nossos legisladores e governantes”, comenta Valmir de Santi, Vice-Presidente do CFF.

Link para o vídeo - http://youtu.be/6wMMesT_nEg

Fonte: CFF
Autor: Comunicação

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700