Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias Gerais

Três doenças somam mais de 30% das mortes globais

Data: 18/12/2014

Apenas três doenças — infarto, acidente vascular cerebral (AVC) e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) — foram responsáveis pela maioria das mortes no mundo em 2013, representando 32% do total, de acordo com o estudo coordenado pela Universidade de Washington e divulgado hoje na “Lancet”.
Entre 1990 e 2013, países tiveram grandes progressos na redução da mortalidade por doenças como sarampo (83%) e diarreia (51%), mas, apesar da tendência de redução de óbitos globalmente, houve aumento em alguns casos: transtornos por uso de drogas (63%) e doenças crônicas renais (37%). Taxas de mortalidade de alguns tipos de câncer, incluindo de rim e pâncreas, também aumentaram. Por conta, em parte, do aumento da população, o número de mortes absolutas aumentou de 47,5 milhões para 54,9 milhões no período.

De acordo com a pesquisa, apesar do aumento da longevidade em países de baixa renda, os principais desafios de saúde enfrentados por nações como Bolívia, Nepal e Nigéria são muito diferentes daqueles de países como Japão, Espanha e Estados Unidos, onde as principais causas de morte são: infarto, AVC e câncer de pulmão. Já os países em desenvolvimento, como China e Brasil, estão mais perto da situação dos EUA.

— As pessoas hoje têm menos chances do que seus pais de morrer de determinadas condições, mas existem mais pessoas idosas no mundo — ponderou o diretor do instituto responsável pelo estudo, Christopher Murray. — Precisamos ter certeza de que estamos tomando as decisões certas nas políticas públicas hoje para nos preparar para os desafios de saúde e custos associados que estão por vir.

Enquanto isto, a importância da Índia no balanço global é cada vez mais representativo. Só o país somou 19% de todas as mortes do mundo, ou 10,2 milhões, em 2013. E, na África Subsaariana, a expectativa de vida aumentou devido à redução das mortes por diarreia, pneumonia e complicações ao nascer. A Aids, no entanto, continua sendo uma das principais causas de morte na região.
 

Fonte: O Globo

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700