Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias Gerais

Uma cápsula para "enganar" o estômago e combater a obesidade

Data: 14/07/2014

Cápsulas de suplementos capazes de induzir a uma sensação de saciedade podem ser um grande aliado no combate à obesidade, sustenta um novo estudo. Pesquisas anteriores já haviam demonstrado que uma diferença-chave entre pessoas magras e gordas é que aquelas com excesso de peso ignoram os sinais enviados pelo intestino ao cérebro que indicam que já comeram o suficiente.

Cientistas britânicos descobriram que alguns suplementos alimentares poderiam enganar o intestino, fazendo o sistema digestivo se comportar como se a pessoa já tivesse comido o suficiente ou como se tivesse feito uma cirurgia bariátrica.

Eles acreditam que o novo tratamento, na forma de cápsula, poderia ser usado em substituição aos caros e invasivos procedimentos cirúrgicos.

O novo estudo, feito pela Universidade Queen Mary, de Londres, e publicado na “GUT”, revelou que determinados suplementos são capazes de convencer o organismo de que uma quantidade suficiente de comida já foi consumida.

Eles estimulam o intestino a produzir os hormônios da saciedade e fariam com que mesmo a mais faminta das pessoas parasse de comer. Segundo os cientistas, a cápsula poderia estar disponível no mercado dentro de cinco anos.

— Isso pode ser feito pela administração específica de suplementos alimentares que induzem um forte estímulo na área específica do intestino — afirmou Ashley Blackshaw, que liderou o estudo, em entrevista ao jornal britânico “The Telegraph”.

Segundo ele, isso poderia ser feito com uma cápsula contendo suplementos alimentares naturais, capazes de interferir na liberação de ácidos graxos, aminoácidos e proteínas.

— É uma ideia totalmente nova mas estamos muito confiantes diante dos resultados obtidos até agora — disse Blackshaw, na entrevista. — Esperamos que o tratamento esteja disponível dentro dos próximos cinco anos.

A novidade vem em boa hora já que a população mundial não para de engordar, segundo levantamento global divulgado em maio deste ano. O estudo, da Universidade de Washington, concluiu que, de 1980 a 2013, o contingente de pessoas acima do peso pulou de 857 milhões para 2,1 bilhões — o equivalente a quase um terço da população do planeta.

E o Brasil está entre as dez nações mais gordas, com índices acima da média mundial. No país, 52% dos homens adultos estão acima do peso ou são obesos; entre as mulheres, o percentual chega a 58%.

Fonte: O Globo

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700