Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Ministro da Saúde e Presidente do CFF são homenageados pela Sbrafh

Data: 15/11/2013

O Presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Walter Jorge João e o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha receberam, ontem (14.11), o título de“Sócio Benemérito” da Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar (Sbrafh), durante a abertura do IX Congresso Brasileiro e II Congresso Sul-Americano de Farmácia Hospitalar, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo (SP). A programação científica do evento segue até o dia 16 de novembro.

Durante a abertura do Congresso, Walter Jorge João fez um resgate histórico da farmácia hospitalar, no Brasil, lembrando que, na década de 50, foi feita uma reestruturação nas farmácias hospitalares nas Santas Casas de Misericórdia e no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Logo após esse período, a farmácia hospitalar passou a ter o foco voltado à produção de medicamentos, e depois, passou à uma atuação diferenciada, no sentido de aprimorar o sistema de distribuição de medicamentos. “Parece distante, mas nessa época, os farmacêuticos já obtiveram algumas conquistas com o início de atividades importantes como a preparação de medicamentos injetáveis– entre os quais, a quimioterapia antineoplásica e nutrição parenteral total”,explicou.

Como parte do relato histórico, Walter Jorge João lembrou que depois de 1979, quando foi instalado o primeiro Serviço de Farmácia Clínica, no Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (hoje Hospital Universitário Onofre Lopes), houve um despertar para importância da atuação clínica do farmacêutico nos hospitais. Mais ou menos ao mesmo tempo, o farmacêutico passou a integrar as comissões de controle de infecção hospitalar e de farmácia e terapêutica, entre outras, oportunidade de demonstrar aos demais profissionais da área da saúde a importância da sua atuação clínica. O cuidado com o paciente e a presença desse profissional na “beira do leito” passou a ser mais importante que sua atuação nas atividades de logística”, comentou o dirigente.

Walter Jorge João destacou o crescimento da farmácia hospitalar, nos últimos anos, e lembrou que ainda há muito a ser conquistado. “Muito já avançamos, em especial no que diz respeito às atividades clínicas, mas temos a ciência de que ainda há muito para conquistarmos. Uso a terceira pessoa do plural, pois não tenho receio de destacar a parceria CFF/Sbraf, materializada no apoio a diversas publicações, na elaboração e aprovação de resoluções relativas ao seguimento, na existência do Grupo de Trabalho sobre Farmácia Hospitalar do CFF e em ações futuras como o curso de capacitação que o CFF oferecerá a partir de março de 2014. Sem dúvida, uma parceria de sucesso”.

Ao destacar as ações conjuntas das instituições, Walter Jorge João lembrou que, recentemente, o Conselho - junto do Departamento de Assistência Farmacêutica (DAF), Sbrafh, entre outras -entregou ao Presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), José Rubens Rebelatto, cópia de uma proposta de organograma, para hospitais universitários, que prevê a criação da Divisão de Farmácia, subordinada à Gerência de Atenção à Saúde, e composta pelas unidades de abastecimento farmacêutico, de dispensação e de farmácia clínica.

Em resposta à solicitação, o Presidente da Ebserh criou um grupo de trabalho para discutir a readequação da estrutura organizacional dos hospitais universitários, no sentido de NÃO seccionar a farmácia hospitalar, vinculando-a a diferentes subordinações hierárquicas. O grupo de trabalho é composto por representantes da própria Ebserh, do CFF e do DAF. “Precisamos continuar sonhando juntos e realizando nossos sonhos juntos, só assim teremos uma farmácia cada dia mais fortalecida”,completou o Presidente do CFF, Walter Jorge João.

Durante seu pronunciamento, o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, lembrou que a Ebserh não está subordinada ao Ministério da Saúde e, sim, ao Ministério da Educação (MEC), mas que a causa tem seu apoio irrestrito. “Como médico, sei da importância da atuação do farmacêutico na equipe multiprofissional nos hospitais, não só nas ações para adquirir, transportar e armazenar medicamentos da melhor forma, mas em especial, na atenção à saúde do paciente”, disse. Na oportunidade, Alexandre Padilha destacou as ações do Qualifar/SUS e Farmácia Popular – programas desenvolvidos pelo Governo Federal para o aprimoramento, implementação e integração sistêmica das atividades de assistência farmacêutica nas ações e serviços de saúde, visando uma atenção contínua, integral, responsável e humanizada.

Helaine Capucho, Presidente da Sbrafh, agradeceu a presença de todos e destacou a importância da realização de eventos científicos para a troca de experiências. “Nesta edição, tivemos mais de 300 trabalhos inscritos, um recorde para a farmácia hospitalar. Temos, simultaneamente, um congresso brasileiro e um internacional, além do Encontro de Farmacêuticos de Serviços de Saúde, Encontro de Professores de Farmácia Hospitalar, entre outros, a fim de congregar não apenas os colegas que atuam na farmácia hospitalar, como também, os que atuam nos demais serviços que compõem as redes de atenção à saúde no Brasil” finalizou Helaine Capucho.

Fonte: CFF
Autor: Comunicação

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700