Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias Gerais

IMCD compra controle da Makeni e faz sua estreia na América Latina

Data: 05/09/2013

O grupo holandês IMCD comprou o controle da brasileira Makeni, uma das maiores distribuidoras de produtos químicos do país. A operação marca a estreia da companhia europeia, uma das maiores desse segmento no mundo, ao mercado latino-americano. As duas empresas não divulgam o valor da transação, nem a participação adquirida. O Valor apurou, contudo, que a holandesa vai deter cerca de 70% do capital da companhia brasileira.

Com faturamento de € 1,4 bilhão em 2012, o grupo IMCD quer expandir seus tentáculos no polpudo mercado de distribuição de produtos químicos nacional, que movimenta aproximadamente US$ 6,5 bilhões por ano. "O mercado químico brasileiro tem um forte potencial de expansão", afirmou ao Valor Piet van der Slikke, CEO da companhia. As negociações entre as duas empresas ocorriam há seis meses e foram concluídas ontem.

A Makeni, empresa fundada em 1981 pela família Medrano, com faturamento da ordem de R$ 200 milhões no ano passado, atua será a porta de entrada para o grupo europeu no país. A empresa está entre as cinco maiores desse segmento no Brasil. A decisão de comprar o controle, mas não 100% da empresa, segundo Slikke, reflete a decisão da empresa de manter um administrador local no negócio.

As companhias distribuidoras instaladas no Brasil movimentam apenas 11% dos produtos químicos - o restante ainda é negociado pelas grandes empresas químicas, afirmou ao Valor Rubens Medrano, patriarca da companhia. Há potencial para dobrar a participação das distribuidoras no mercado brasileiro até 2020. Na Europa, esse segmento movimenta € 35 bilhões e nos Estados Unidos, US$ 25 bilhões. "Na Europa, a logística de distribuição de produtos químicos é terceirizada. No Brasil ainda não há tradição em distribuição, ainda há muito espaço para crescer", disse um especialista do setor.
Com uma base operacional estratégica, a Makeni tem um grande centro de distribuição em Diadema (SP) e também em Simões Filho (BA). Na administração da companhia, o fundador também é assessorado por seus dois filhos, Reinaldo Medrano, diretor comercial e Rubens Medrano Filho, diretor administrativo e financeiro.

A estrutura de armazenagem da companhia brasileira permite a importação de produtos químicos em grandes volumes, dando maior escala ao negócio. A empresa brasileira é especializada em distribuição e formulações de produtos químicos para segmentos da construção civil, cosmético, eletroeletrônico, farmacêutico, higiene e limpeza, nutrição, papel e celulose, químico e petroquímico, plásticos, tintas e solventes. No país, concorre com empresas importantes, como a quantiQ, que pertence à petroquímica Braskem, Brenttag e Univar.

Com presença na Europa e na Ásia, a companhia holandesa planeja crescer no mercado latino-americano, começando pelo Brasil, país considerado estratégico para a empresa. O grupo holandês pretende investir na expansão orgânica da distribuidora brasileira, mas ainda não tinha definido o orçamento de investimentos. "O Brasil tem um mercado químico importante e o consumo tem crescido", disse Slikke.

Fonte: Valor Econômico
Autor: Mônica Scaramuzzo

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700