Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

174 anos de tradição na educação farmacêutica

Data: 24/04/2013

“Um bom aluno da Universidade Federal de Ouro Preto é um bom farmacêutico em qualquer função e em qualquer lugar do país”. A fala de Marta de Lana, Diretora da Escola de Farmácia da UFOP, representa o olhar orgulhoso da instituição sobre seus estudantes.

Esse orgulho é contemplado todos os anos com a comemoração do aniversário da tradicional escola de Farmácia de Ouro Preto, a primeira da América Latina. No evento, são homenageados os ex-alunos formados há 60, 50, 25 e 15 anos, além de homenagens a profissionais importantes para a área ou que fizeram parte da escola.

Esse ano, a comemoração dos 174 anos da faculdade foi realizada no dia 20 de abril, no centro de convenções da Universidade. Logo na entrada do auditório, um banner homenageava o ex-aluno José Thomaz Martins da Costa, o “Thomazinho”, que faleceu em agosto de 2012. O farmacêutico foi personagem de uma matéria na Farmácia Revista n° 28, publicação do CRF/MG, por seus 75 anos de atividade profissional.

O Presidente do CRF/MG, Vanderlei Machado, participou do evento integrando a mesa de abertura. Além dele, compuseram a mesa o reitor da universidade, Marcone Souza; a vice-reitora, Célia Maria Fernandes;  a diretora da escola, Marta de Lana; a representante do CFF, assessora técnica farmacêutica, Josélia Frade; o representante da Fenafar e Sinfarmig/MG, Rilke Públio, e Cláudia Carneiro, representante da Associação dos Ex-Alunos da escola de Farmácia. Vanderlei Machado também realizou a entrega das homenagens aos farmacêuticos com 15 anos de formados, composta de um diploma e um broche comemorativo.

A Conselheira Federal suplente do CRF/MG, Maria Alicia Ferrero, também participou da solenidade, porém como homenageada. A farmacêutica, também secretária da Anfarmag/MG, recebeu uma placa em nome da associação.

Reatando laços
A comemoração anual de aniversário da escola de Farmácia da Universidade Federal de Ouro Preto é também uma oportunidade de encontro para pessoas que viveram parte de suas histórias na Universidade. Dentre amigos se reunindo e lembranças de rostos conhecidos, um caso de reencontro mostrou-se digno de um livro de romance.

A história começa há mais de 50 anos, na UFOP. Otto Dias Pereira formou-se em Farmácia em Ouro Preto em 1961. Ainda na faculdade, foi monitor de Francisca Iacono, que veio a se tornar sua noiva. Com o fim do noivado, os farmacêuticos percorreram caminhos distintos, se casaram com outras pessoas e se tornaram viúvos.

Esse ano, Francisca, que agora reside em Uberlândia, esteve em Ouro Preto para receber sua medalha de 50 anos de formada. O evento, que já havia lhe rendido uma homenagem, trouxe para a farmacêutica surpresa ainda maior: o reencontro com Otto, que viajou de Petrópolis para comparecer à solenidade. “Não sabia nenhuma notícia dela. Nos encontramos hoje, 50 anos depois, e estamos reatando nossos laços como antigamente”, diz o farmacêutico, de mãos dadas com Francisca.

Fonte: Comunicação / CRF-MG
Autor: Luiza Godoy

Fotos Relacionadas

Vídeos















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700