16/12/2015 - CFF conquista titularidade no Conselho Nacional de Saúde

Representando o Conselho Federal de Farmácia (CFF), a farmacêutica Lorena Baía (GO) tomou posse em uma das 12 disputadas vagas como membro titular do segmento dos trabalhadores da saúde, para o triênio 2015-2018, no Conselho Nacional de Saúde (CNS). A cerimônia ocorreu na tarde desta terça-feira (15/12), em Brasília.

O CNS é a instância máxima de deliberação do Sistema Único de Saúde (SUS) e Lorena Baía irá atuar como Conselheira Nacional de Saúde, a partir do pleito realizado dia 05 de novembro. De 2012 a 2015 o CFF compôs o Plenário do Conselho Nacional de Saúde na posição de primeiro suplente.

O presidente do CFF, Walter Jorge João, diz que a conquista é resultado de um aumento na participação nas discussões sobre a saúde pública. "Conscientizamos os representantes dos conselhos regionais de Farmácia sobre a importância de ocupar todos os espaços possíveis nos três níveis de gestão do SUS, estimulamos a participação dos conselhos no processo de construção da 15ª Conferência Nacional de Saúde e o resultado está aí para ser comemorado. É um sonho há muito almejado e somente realizado com trabalho sério e árduo, articulação e grande vontade política”. Para Walter, essa eleição representa uma demonstração de confiança e de respeito ao conselho por parte das demais categorias profissionais.

A titularidade no CNS coloca o CFF como integrante de um grupo seleto de 36 entidades representativas de trabalhadores da saúde no País. Sobre esse grupo recai a responsabilidade do protagonismo nas discussões e deliberações sobre os rumos da saúde pública no País. A candidatura do CFF foi referendada pela assembleia do Fórum das Entidades Nacionais dos Trabalhadores na Área da Saúde (FENTAS). Além do Conselho, apenas mais três conselhos profissionais (CFMV, COFITTO e CFN) integram a lista de 12 entidades eleitas na titularidade para representar o segmento dos trabalhadores da saúde.

"Como Conselheira pretendo defender a saúde pública brasileira, contribuindo para o fortalecimento do controle social e da assistência farmacêutica, respeitando sempre os princípios do SUS e os acordos construídos com outras entidades do segmento dos trabalhadores no FENTAS, espaço em que o CFF também é representado pelo Farmacêutico Francisco Batista Junior, ex-presidente do Conselho Nacional de Saúde, por dois mandatos", destaca Lorena Baía.

Como membro titular do CNS, o CFF trabalhará para viabilizar a concretização de dez propostas prioritárias, defendidas na 15ª Conferência Nacional de Saúde. Entre elas: estabelecer a carreira única de Estado para todos os trabalhadores da saúde; garantir que o acesso dos trabalhadores da saúde ao SUS seja feito de forma democrática, ou seja, por meio de concurso público; defender a profissionalização da gestão pública com seus próprios quadros; estabelecer as mesas de negociação permanente do SUS (nacional, estaduais e municipais); e combater todas as formas de privatização e de terceirização dos serviços na saúde.

Desde 2013, Lorena Baía atua como coordenadora da Comissão Intersetorial de Assistência Farmacêutica (CIAF) do CNS, representando o CFF. A CIAF tem como finalidade propor e acompanhar as ações relacionadas aos produtos e serviços de Assistência Farmacêutica, com ênfase nas questões inerentes à distribuição, à dispensação e ao uso racional de medicamentos na perspectiva da promoção da saúde, visando garantir a necessária segurança, eficácia e qualidade dos medicamentos, a promoção do uso racional e o acesso da população àqueles considerados essenciais.

Também tomaram posse como Conselheiros do Conselho Nacional de Saúde os farmacêuticos Dalmare Anderson, representando a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) e Ronald Ferreira Santos, representando a Federação Nacional dos Farmacêuticos (FENAFAR).

Fonte: Comunicação do CFF

Fotos Relacionadas