25/11/2008 - 2010: Congresso da Fefas será realizado em Porto Alegre

Brasília, 25.11.08 - Porto Alegre (RS) será a sede do primeiro congresso da Federação Farmacêutica Sul-americana (Fefas) em conjunto com a Federação Pan-americana de Farmácia (Fepafar). O anúncio foi feito nas Assembléias Gerais da Fefas, no dia 17 de novembro, e da Fepafar, no dia 20 de novembro, durante o "Congresso Sul-americano de Farmácia" (Fefas 2008), realizado, em Montevidéu, no Uruguai. A cidade de Porto Alegre concorria com Caracas (Venezuela), mas a escolha pela capital gaúcha foi unânime. O "1º Congresso da Fefas/Fepafar" irá acontecer, em maio de 2010.

O Presidente do CRF-RS, Juliano da Rocha, está entusiasmado com a conquista: "Os farmacêuticos gaúchos estão de parabéns. Teremos, em nossa capital, o segundo maior evento da profissão em nível mundial, e isto valoriza e coloca definitivamente a profissão farmacêutica como peça fundamental nas profissões de saúde, em nosso Estado e no País", comentou.

Eduardo Sávio, Presidente da Fefas, destacou a escolha de Porto Alegre para sediar o evento: "Estou muito contente, pois o CRF-RS mostrou muita qualidade na apresentação da candidatura. Não tenho dúvida do êxito do evento".

Para o Presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF) e Secretário-Geral da Fefas, Jaldo de Souza Santos, é de extrema importância trazer o evento para o Brasil. "Este Congresso reunirá as maiores autoridades da Farmácia de toda a América Latina. É uma oportunidade incomparável para a troca de experiências sobre as políticas farmacêuticas", disse.

2008 - Souza Santos participou da 12ª edição do Congresso da Fefas, realizada, de 18 a 21 de novembro de 2008, em Montevidéu, no Uruguai. Ao todo, eram mais de 2 mil farmacêuticos de toda a América do Sul, que discutiram as ciências, as tecnologias e os serviços farmacêuticos focados no uso racional de medicamentos.

"Tivemos a oportunidade de discutir o papel social do farmacêutico, na América Latina, e traçar políticas de desenvolvimento da profissão. Percebemos que o Brasil e a Argentina têm atuação profissional parecidas e que estão um nível mais avançado em relação a outros países da América do Sul. As políticas definidas no Congresso devem levar o avanço brasileiro e argentino às outras regiões", afirmou o dirigente do CFF.

No Congresso, cientistas, pesquisadores, profissionais de saúde e estudantes discutiram, ainda, como melhorar a qualidade do serviço farmacêutico, em todas as áreas do setor. Paralelamente, foram realizados o "II Congresso Nacional de Ciências Farmacêuticas", a "XIV Jornada Nacional de Farmácia Hospitalar", a "V Jornada Nacional de Farmácia Comunitária", a "FarmaUruguai 2008", a "VI Conferência Pan-americana de Educação Farmacêutica" e a "PharmaFutura 3".

Durante o Congresso, o Presidente do CFF falou sobre a participação do farmacêutico no Sistema Único de Saúde (SUS). "No Brasil, o farmacêutico desenvolve a assistência farmacêutica, ao participar da reestruturação da assistência farmacêutica pública, gerenciando 80% das unidades de dispensação de medicamentos, e desenvolvendo a atenção farmacêutica e promovendo o uso racional de medicamentos nas unidades públicas e privadas de saúde", completou.

Na "VI Conferência Pan-americana de Educação Farmacêutica", Jaldo de Souza Santos destacou a preocupação do CFF com a abertura indiscriminada de cursos de Farmácia, 324 no total, mas lembrou que o farmacêutico brasileiro pode exercer 71 atividades. "A qualidade da formação do farmacêutico sempre foi uma das preocupações do CFF. Capacitar é a ordem. O mercado exige profissionais que tenham uma formação humanista e generalista, e com capacidade para atuar na saúde pública, em todos os níveis de atenção; que sejam preparados para o exercício das atividades referentes a fármacos e medicamentos, análises clínicas e toxicológicas e no controle, produção e análises de alimentos", finalizou.
 

Fonte: CFF e Assecom CRF-RS
Autor: Veruska Narikawa

Fotos Relacionadas

Fotográfo: Foto: Yosikazu Maeda

Eduardo Sávio, Presidente da Fefas e Jaldo de Souza Santos, Presidente do CFF