21/11/2008 - Posse na SBAC

Brasília, 21.11.08 - "Os senhores foram eleitos diretores da SBAC, porque o setor de análises clínicas sabe com que homens pode contar para enfrentar grandes os seus desafios". A declaração será feita, hoje (21.11.08) à noite, pelo Diretor Tesoureiro do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Edson Taki, em discurso que irá proferir na solenidade de posse dos diretores da SBAC (Sociedade Brasileira de Análises Clínicas). O evento será realizado, no Windsor Plaza Hotel, no Rio de Janeiro. A Conselheira Federal de Farmácia pelo Rio Grande do Norte e Presidente da Comissão de Análises Clínicas do CFF, Lenira da Silva Costa, também participará do ato de posse.

Os diretores da SBAC que serão empossados, nesta sexta-feira à noite, são Ulisses Tuma (Presidente), Irineu Keiserman Grinberg (Vice-presidente), Elvira Maria Loureiro Colnago (Secretária-Geral), Jerolino Lopes Aquino (Secretário), Estevão José Colnago (Tesoureiro) e Francisco Edison P. Guimarães (Tesoureiro Adjunto).

Em seu pronunciamento, Edson Taki dirá que as análises clínicas têm na figura do Dr. Ulisses Tuma, reeleito para o cargo de Presidente da SBAC, "a voz da experiência e o toque do sucesso para enfrentar os dias vindouros". O dirigente do CFF lembrará que a SBAC vem de experiências muito bem-sucedidas, fato que aponta para a esperança de grandes conquistas.

A Sociedade realizou, recentemente, em Fortaleza, o XX Congresso Internacional de Química Clínica e Medicina Laboratorial, o 35º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas e o 8º Congresso Brasileiro de Citologia Clínica. "Trazer o XX Congresso Internacional para o Brasil tem um significado muito especial para a história das análises clínicas. A diretoria da SBAC foi hábil, ao firmar uma aliança com a Federação Internacional de Química Clínica e Medicina Laboratorial, graças à qual foi possível a realização desse evento, em Fortaleza. Os frutos que ficam dessa ousadia da SBAC são tantos, que é impossível, agora, mensurá-los", declarará o Dr. Edson Taki.

Outro ponto central do pronunciamento do dirigente do CFF será a consolidação da recuperação econômica do setor, processo iniciado pela gestão anterior e que merecerá atenção da gestão que se inicia. Segundo Edson Taki, após mais de uma década de engessamento na remuneração dos serviços prestados, os laboratórios de análises clínicas foram contemplados com a sua inclusão no Imposto Super Simples e com a desoneração de 32% para 8% da carga tributária que pesa sobre o setor. "Estas foram conquistas memoráveis da SBAC e seus parceiros de luta. Entre eles, o Conselho Federal de Farmácia", adiantou o Diretor Tesoureiro do CFF.

PARCERIAS - Taki aproveitará o seu discurso, para enfatizar que a SBAC tem no Conselho Federal de Farmácia um parceiro de primeira hora. Nesse sentido, anunciará que o CFF pretende desenvolver em conjunto com a SBAC uma política focada na qualificação profissional dos analistas clínicos. Para tanto, o Conselho está elaborando um programa de cursos com esse fim. O CFF irá se valer de sua Fundação Brasileira de Ciências Farmacêuticas, em processo de reativação.

Fonte: CFF
Autor: Aloísio Brandão

Fotos Relacionadas

Fotográfo: Foto: Yosikazu Maeda

Edson Taki, Diretor Tesoureiro do CFF, participa da posse dos diretores da SBAC (Sociedade Brasileira de Análises Clínicas)